CORONAVÍRUS Manual de Prevenção Durante a Pandemia

CAPA.jpg

Prevenção Diária no Combate ao Coronavírus 

Seja em casa, no transporte público ou no trabalho, é preciso tomar cuidados para se prevenir contra o coronavírus e tomar todas as medidas possíveis, para não se contaminar e transmitir à outras pessoas ao voltar para casa.

Compartilhamos com você algumas dicas de higienização rotineira e de suma importância para se prevenir do contágio do vírus com o  “Manual de prevenção ao Coronavírus durante a pandemia”

Boa leitura!

Produtos Químicos

Seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, é recomendado a higienização constante de superfícies, utensílios e demais objetos que tenhamos contato.

A indicação é que todos adotem um procedimento de limpeza diária e rotineira nos ambientes, aumentando as medidas como limpeza e desinfecção com produtos que tenham poder de eliminar microrganismos das sujidades, ou seja, estes produtos devem ser: Detergentes, Desinfetantes, Cloros e Álcoois. Aliados fortíssimos para deixar o ambiente limpo e desinfetado constantemente quando respeitado as diluições e tempo de contato nas superfícies.

É muito importante que os produtos químicos utilizados nos procedimentos de limpeza e desinfecção de superfícies, tenham instruções de uso nos rótulos, que sejam registrados ou notificados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), para garantir a eficácia e ação dos mesmos para combater os microrganismos existentes nos ambientes.

Os produtos recomendados no processo de limpeza e desinfecção no combate ao coronavírus são:

Produtos Químicos Recomendados para Limpeza de Superfícies – Categoria Detergentes: 

                 

Produtos Químicos Recomendados para Limpeza de Superfícies – Categoria Limpadores: 

 

Produtos Químicos Recomendados para Limpeza de Superfícies – Categoria Desinfetantes: 

Produtos Químicos Recomendados para Limpeza de Superfícies – Categoria Clorados:

Produtos Químicos Recomendados para Limpeza de Superfícies – Categoria Álcool: 

Uso de EPI’S – Equipamentos de Proteção Individual

Parte importante no processo de higienização, os EPI’s devem estar de acordo com a Norma Regulamentar 6 (NR6) e conter a certificação de aprovação pela ANVISA.

Acessórios e Equipamentos de Limpeza

Os acessórios devem ser corretamente utilizados durante o processo de limpeza no período de pandemia.

A escolha do sistema  a ser utilizado é muito importante, conforme exemplos:

  • Sistema lavável ou descartável;
  • Sistema de cores (quais, quantas e locais de aplicação);
  • Equipamentos de limpeza e desinfecção corretos e identificados.
  • Sinalizador de área interditada;
  • Sistema mop (úmido, seco, refis laváveis na composição de microfibra, pois tem maior absorção de sujidade);
  • Baldes espremedores;
  • Carrinho funcional;
  • Panos de limpeza (microfibra ou descartáveis);
  • Kit para limpeza de vidros;
  • Rodos;
  • Pá coletora de lixo;
  • Escovas;
  • Borrifadores.

Obs.: O uso de vassouras de pelo e utensílios com cabos de madeiras, não devem ser utilizados, pois as partículas da bactéria podem penetrar neste material e voltar a contaminar o ambiente.

ÁREAS DE ATUAÇÃO

Neste momento de pandemia, todos os ambientes, sejam eles corporativos, empresariais, estabelecimentos de ensinos, supermercados, condomínios, residências, meios de transportes, ambientes de serviços públicos e hospitais, devem adotar o protocolo de limpeza mais rígido e frequente para evitar a propagação da contaminação.

Seguindo as normas do Ministério da Saúde, a limpeza deve seguir sequência padrão para higienização e manutenção dos ambientes, com técnicas, produtos e equipamentos corretos.

Daremos início em recomendações para limpeza e desinfecção em locais e ambientes de maior circulação de pessoas, como forma de prevenção à contaminação.

Vamos lá?

Procedimentos de Limpeza em Diferentes Ambientes

Prevenção no Transporte Público

É muito importante seguir alguns processos de higienização antes, durante e ao sair em seu ambiente de trabalho:

  1. Higienize os sapatos antes de entrar no ambiente de trabalho com álcool líquido 70° borrifando as solas, ou lave com detergente neutro se houver local para este processo;
  2. Com o mesmo produto e papel toalha, higienize objetos de uso comum e após, descarte em lixo comum;
  3. Não cumprimente as pessoas com aperto de mão, beijo ou abraço, somente com falas, mantendo distância mínima de 1 metro;
  4. Lembre-se: Sempre cubra a boca com a parte de dentro do braço ao tossir e espirrar;
  5. Evite se alimentar na rua, e se for se, lave as mãos antes de sair com sabonete líquido comum ou antisséptico, e ao chegar no restaurante lave novamente as mãos ou higienize- as com Álcool Gel 70° se não tiver acesso à torneira para lavagem. Este processo deve ser feito antes e depois de pegar qualquer alimento.

 

Prevenção no Local de Trabalho

A principal orientação é aumentar a frequência do processo de higienização de superfícies, com máxima atenção às áreas ondem ocorrem maior contato das pessoas, que são:

  • Maçanetas
  • Corrimão
  • Barras de apoio
  • Botões de elevadores
  • Chaves e fechaduras
  • Interruptores
  • Aparelhos de telefone
  • Teclados e mouses
  • Mesas e cadeiras
  • Mobílias em geral
  • Controles remotos
  • Bancadas, pia e torneiras

Produtos indicados:

Procedimento de Limpeza

A limpeza e desinfecção devem acontecer em um único sentido, nunca em movimentos circulares ou de vai e vem, para não haver contaminação cruzada nas superfícies e objetos.

A sequência de limpeza deve ser:

1.Limpeza seca

2.Limpeza úmida

3.Limpeza molhada

O processo deve ser:

1.Iniciar a limpeza da área menos suja para a mais suja;

2.Fazer varredura úmida com auxílio de mop água, vaporizador ou pano úmido;

3.Primeiro deve-se fazer o processo de remoção das impurezas sempre do vertical para o horizontal, ou seja, pelas paredes, vidros, bancadas, objetos e por último o piso.

Áreas, Produtos, Métodos e Frequência de Limpeza

Atenção à Contaminação Cruzada

Ao realizar a limpeza nas áreas é muito importante que se atente para pontos de contaminação e reforçar o procedimentos de desinfecção.

O que é contaminação cruzada?

É quando há transferência de microrganismos de um local, superfície ou alimento para outras áreas através de utensílios, equipamentos e acessórios de limpeza reutilizados sem a devida lavagem ou troca, é até as mãos e pés não higienizados podem ser fontes de contaminação cruzada.

Desta forma os equipamentos e acessórios devem ser separados por área, e sempre após o uso devem ser imediatamente lavados, secados e então guardados separadamente para serem utilizados novamente.

Dica importante: Sempre utilizar equipamentos e acessórios de cores diferentes ou marcados, para assim saber de quais áreas eles pertencem.

Técnicas para Retirada de EPI’s

Para finalizar de forma correta os procedimentos de limpeza, a retirada de EPI’s também segue uma ordem, veja a seguir:

Retirada das luvas

1.Retire as luvas puxando a primeira pelo lado externo do punho com os dedos da mão oposta

2.Segure a luva removida com a outra mão enluvada

3.Toque a parte interna do punho da mão enluvada com o dedo indicador oposto (sem luvas) e retire a outra luva

4.Lave imediatamente as mãos com água e sabonete líquido ou álcool gel 70° para desinfecção antes de continuar a retirada dos demais EPI’s.

Retirada do capote /avental

1.Retire o avental, soltando pelas amarras laterais ou superior (costas)

2.Solte a parte superior do avental e deixe ele cair para frente

3.Puxe a manga do avental pela parte interna do punho (parte menos contaminada)

4.Com a mão que foi coberta pelo avental, puxe a outra manga.

5.Enrole o avental iniciando pela parte interna e descarte em lixo infectante.

Retirada do óculos de segurança

1.Retire os óculos segurando pelas laterais

2.Coloque em um recipiente longe de outros objetos

3.Se o mesmo for descartável, jogue imediatamente no lixo, se for retornável, faça a higienização com álcool líquido 70° ao término da retirada total dos EPI’s e guarde no local de costume.

Retirada da máscara

1.Retire a  máscara puxando pelos elásticos laterais

2.Descarte no lixo infectante

3.Realize mais uma vez a higienização das mãos.

Siga nossas dicas! Mantenha os ambientes limpos e assim você pode diminuir a propagação do vírus.

 

Telefones

Matriz: (19) 3515-5000
SP: (11) 3014-0307
RJ: (21) 3512-0715

Filial Recife
(81) 3372-1779
(81) 3372-4034
(81) 3487-0388
(81) 99185-4979
(81) 99257-1848
(81) 99183-0430

Localização

Matriz
Rua José Ferragut, 03 – Capela
Vinhedo – SP – CEP: 13285-742

Filial Recife
Rua da Linha, 3573 – Mirueira
Paulista – PE – CEP: 53405-640

AudaxGo Logística
Rod. Eng Miguel Melhado, 51
KM 78 da Via Anhanguera
Vinhedo – SP – CEP: 13288-003