Luciana Bozzi

Banner-Site-Mais-Limpeza-Protecao-1920x1080px-1280x720.png

05/01/2021by admin

Linha Facilita: Completinha pra você! 

A Linha Audax Facilita é uma linha de produtos voltada para o mercado de varejo.

Desenvolvida com diversas soluções para facilitar a limpeza doméstica, é formulada com matérias-primas selecionadas e possui um mix de produtos específicos que eliminam os microrganismos, auxiliando na prevenção de doenças. Indicada para o uso doméstico e em pequenos escritórios.

Quando falamos de linha completa, não estamos exagerando! São limpadores, detergente, impermeabilizante, odorizadores, desinfetantes, alcoóis e tudo para lavanderia: Lava roupas em pó, lava roupas líquido; tradicional e coco, amaciantes e passa roupas!

Preparamos um e-book pra você com dicas de como otimizar as compras e economizar na hora de comprar os produtos de limpeza da sua casa, CLIQUE AQUI para baixá-lo gratuitamente.

Quer saber mais sobre a linha Facilita? Lançamentos e novidades? Clique aqui e curta nossa página do Facebook

Até a próxima! 

 


CABECALHO-BLOG.jpg

10/12/2020by admin
Os elevadores são equipamentos que facilitam nosso dia-a-dia. Porém, com o uso diário, é comum que eles acumulem sujeira e precisem ser higienizados.
No momento da limpeza, são necessários alguns cuidados, para evitar que o equipamento seja danificado pela utilização de produtos ou materiais inadequados.
Por isso, preparamos algumas dicas que orientam a forma correta de mantê-lo limpo, higienizado e funcional para o uso.
Quais equipamentos e acessórios devem utilizados?
Limpeza e manutenção diária: Paredes de inox
O Facilita Saponáceo Cremoso é o produto mais adequado para limpeza de  superfícies de inox, pois forma uma película protetora e garante o brilho por mais tempo.
Como realizar a limpeza:
Aplique o Facilita Saponáceo Cremoso em um pano e/ou flanela limpos e secos.
Passe sobre a superfície, e com auxílio de outro pano/ flanela, lustre as paredes,
para atingir um ótimo resultado de brilho.
Cuidados necessários durante a limpeza:
  • Nunca realize a limpeza com água corrente, pois pode acumular água no poço e danificar  os componentes do equipamento;
  • Não utilize produtos químicos agressivos, como: ácidos, água sanitária, removedores de tinta, ou abrasivos: lixa, palha de aço, esponjas ásperas;
  • Luminárias, botões e indicadores devem ser limpos somente com um pano levemente umedecido em água com detergente neutro.

   Vidros e espelhos
   Vidros e espelhos devem ser limpos com Butterfly Limpa Vidros ou Facilita Limpa Vidros.
   
Como realizar a limpeza:
  • Coloque o produto em um pulverizador, e direcione o jato para o local a ser limpo. Finalize a limpeza com auxílio de panos secos e macios.
  • Marcas de dedos podem ser removidas com um pano macio ou toalha de papel umedecidos. Após esse processo, lustrar com uma flanela limpa e seca.
  • Não é necessário enxaguar.
Soleiras
As soleiras podem ser limpas com o auxílio de um aspirador de pó. Como possuem trilhos para a movimentação das portas, é preciso utilizar um pincel macio, seco e limpo para soltar a poeira.
Após esse processo, o aspirador de pó pode ser utilizado para finalizar a limpeza. Realize esse procedimento em horários de menor fluxo de pessoas, a fim de evitar reclamações, devido ao isolamento dos elevadores.
Caso a limpeza ocorra no final de semana, dê preferência para realizar no período da manhã, sempre deixando um dos elevadores disponíveis para uso.

 

Pisos
Que agradável entrar no elevador e quando a porta se abrir sermos recebidos por uma fragrância de limpeza?
É a hora do Facilita Limpador Perfumado! Para limpeza pesada, utilize o produto pronto uso, juntamente com um pano umedecido com água, para manutenção, a diluição pode ser de até 1/30.
Pronto! Com essas dicas você terá elevadores limpos e conservados por mais tempo para uso e satisfação dos usuários.

 

 

 

 

!!!!!!!!!! DICA EXTRA EM TEMPOS DE PANDEMIA !!!!!!!!!!

Falamos sobre Limpeza de Elevadores, porém, após todo este processo, temos que pensar no mais importante: DESINFECÇÃO!
Para isso, você pode contar com dois excelentes produtos: o Assert HC 200 na diluição de 1:200 e o Facilita Álcool 70º aplicado pronto uso. Aplique com um borrifador em todo o elevador, teto, paredes e pisos. Não esqueça dos botões de acionamento, que devem sempre ser secos com um pano limpo e seco.

 

 

E nunca é demais lembrar:

Sempre que, evite o uso de elevadores, caso utilize, mantenha o distanciamento, use máscaras, mantenha a higienização das mãos e utilize álcool em gel sempre que necessário!
Até a próxima dica 😉

 


CABECALHO-BLOG-2.jpg

20/11/2020by admin

Além de ser uma peça decorativa, o sofá também é o móvel querido pelo conforto e os momentos de relaxamento que nos oferece. Não podemos deixar de falar também que o sofá é um item que não trocamos com frequência e, por isso, é preciso mantê-lo sempre conservado para prolongar sua vida útil. A lavagem do sofá não é complicada nem exige muito tempo. Tudo depende do material de que ele é feito, pois vai demandar produtos e cuidados específicos.

Por que é importante lavar o sofá?

Vamos começar explicando porque é importante fazer a lavagem de sofá a seco, mais profunda, e também porque devemos incluir uma limpeza mais superficial na rotina de faxina. O primeiro motivo é relacionado ao aspecto geral do móvel: ter um sofá manchado faz com que todo o ambiente pareça estar sujo e descuidado.

Além disso, o estofado – independentemente do tecido que é fabricado – tende a acumular poeira, bactérias, ácaros e fungos. Esses microrganismos são nocivos à saúde e podem causar problemas respiratórios e alergias.

Fazer a lavagem periódica pode ser sinônimo de economia. Se você não faz uma manutenção periódica com a limpeza, o sofá pode adquirir manchas permanentes, que requerem uma limpeza muito mais vigorosa, que pode acabar danificando o tecido.

A seguir, daremos algumas dicas de como limpar diferentes tipos estofados e mantê-los conservados por muito mais tempo.

Prepare-se para a limpeza

É importante realizar um teste numa área pequena e imperceptível do sofá, e ler as instruções do rótulo do produto indicado antes de iniciar a limpeza.

Para recomendações mais específicas de como limpar o sofá, é preciso consultar a etiqueta dele. Dessa forma você garante não só a limpeza, como também a durabilidade do material. Os estofados costumam vir com uma etiqueta que indica a melhor forma de higienizá-los. São quatro letras (O, W, P e F) que têm os seguintes significados:

O:  o tecido pode ser lavado com água;
W: use apenas pano úmido e produtos específicos;
P:   faça lavagem a seco;
F:   faça a higienização apenas com profissionais.

 

 

  1. Reúna os materiais necessários

Para realizar a limpeza, será preciso utilizar os seguintes equipamentos

  1. Aspire todo o sofá
  • Comece passando um aspirador de pó no estofado. Não esqueça de aspirar entre as almofadas, o encosto e o assento. Esses são os locais que mais acumulam sujeira;
  • Remova as sujeiras mais superficiais, como poeira e migalhas;
  1. Inicie a limpeza

Limpeza manual:

Dilua o GOLD LIMPA CARPETE em um recipiente, na proporção de 1/10, agite até que forme bastante espuma. Mergulhe uma escova de nylon ou escovão somente na espuma. Deixe agir por no mínimo cinco minutos. Após, esfregue, suavemente, limpando pequenas áreas em sentido único na direção das fibras. Remova os resíduos com aspirador ou pano limpo seco. Não é necessário enxaguar.

Limpeza mecânica:

Utilize uma escova de nylon, dilua o GOLD LIMPA CARPETE, na proporção de 1/30, e com auxílio de um borrifador, pulverize o produto diluído na superfície. Esfregue até formar uma espuma intensa. Deixe agir por no mínimo 5 minutos. Retire a espuma suja, com auxílio de um aspirador para líquidos ou máquina extratora. Deixe secar completamente.

Por último, passe o aspirador de pó em um mesmo sentido, a fim de orientar corretamente as fibras.

  1. Dicas úteis para conservar o sofá
  • Lenços umedecidos são grandes aliados na limpeza do sofá;
  • Para manter o estofado limpo por mais tempo, evite se alimentar no sofá;
  • Para evitar manchas de copos, coloque mesas próximas ao sofá ou suportes que podem ser deixados nos braços do mesmo;
  • Higienizadores a vapor são ótimas opções para a limpeza dos estofados;
  • A impermeabilização dos estofados é um método muito útil para sua conservação. Apesar do investimento não ser baixo, o resultado é compensador, principalmente para quem tem crianças em casa.

De quanto em quanto tempo devo limpar o sofá?

A limpeza básica, com aspirador de pó, deve ser feita semanalmente. Dessa forma a poeira, pelos e umidade não se acumularão no sofá. No caso de limpezas pesadas, recomenda-se realizá-las no intervalo de um ano. A limpeza com o GOLD LIMPA CARPETE pode ser realizada sempre que se julgar necessário para manter o estofado limpo e conservado.

Até a próxima dica!


CABECALHO-BLOG.jpg

19/11/2020by admin

Novembro Azul promove a conscientização sobre os cuidados com a saúde masculina.

Durante o mês de novembro, diversos prédios e monumentos históricos se iluminam de azul com o objetivo de chamar a atenção para o movimento global de conscientização em prol da saúde do homem, além de lembrá-los que exames periódicos são essenciais para a prevenção de doenças.

Parte do #AudaxCoTeam vestiu-se de azul, como forma de apoio à esta causa!


Banner-Site-PROKITCHEN-1920x1080px_rev01-1280x720.jpg

11/11/2020by admin

Em recente pesquisa realizada*, concluiu-se que os cuidados com possíveis fontes de contaminação, são fatores cruciais na escolha do estabelecimento na hora das refeições.

Aos poucos, bares e restaurantes voltam à rotina das pessoas, e a higienização supera pratos e preços na escolha:

A preocupação com a limpeza do ambiente é citada entre 78% das pessoas perguntadas, enquanto o preço fica em segundo lugar, com 51%, e só então, em terceiro lugar, 43% cita o sabor como o fator mais importante.

Quando nos deparamos com as ações que fazem o consumidor confiar no estabelecimento, a higiene e limpeza ganham destaque. Procedimentos comuns de boas práticas, talvez nunca antes tão valorizados, precisam entrar na agenda do setor de food service, com destaque relevante para práticas de higiene e limpeza evidentes nas instalações e com relação aos colaboradores, uso regular de luvas e máscaras, além do lacre inviolável da embalagem para o delivery.

Ainda no estudo, 78% dos entrevistados consideram que a pandemia ainda é preocupante ou muito preocupante — o que reflete no isolamento social e no inegável crescimento da demanda por delivery.

*Fonte: Galunion, consultoria especializada em food service.

O mercado precisa se preparar para atender à todas estas exigências! Quer se tornar um Distribuidor ProKitchen? 

Clique AQUI para saber mais!

 

 


CABECALHO-BLOG-3.jpg

29/10/2020by admin

Vivemos em um país tropical e de clima naturalmente elevado. A média de temperatura do Brasil gira em torno dos 25 °C a 27 °C, e no verão a tendência é que o calor aumente bastante. Com a chegada dessa estação, a piscina vai se tornando o centro das atenções e começa a ter uma movimentação muito maior. Exatamente por isso é necessário manter uma rotina de limpeza regular.

Conheça neste guia, 7 dicas para ajudar a manter a piscina sempre limpa e saudável para uso. 

  1. Tenha cuidado com a área externa

Claro que a limpeza da piscina é importante, mas é primordial que a área externa também seja higienizada?

Fatores como a circulação de pessoas e animais, presença de plantas e a ação do vento, podem colaborar para levar a sujeira do exterior para dentro da piscina. Por isso, é preciso limpar diariamente a área externa, a borda e o deck.

Inicie a limpeza de dentro para fora, ou seja, comece pela borda utilizando o  SuperPool Limpa Bordas (seguir indicação de uso no rótulo), e siga limpando em direção oposta à piscina. Dessa forma, você evita que poeira, folhas e outros elementos caiam em seu interior. Locais de alto fluxo, como o entorno de parques aquáticos também merecem atenção. Faça um estudo do fluxo de movimento das pessoas até a piscina e procure manter esses ambientes sempre limpos, para que não contribuam em levar sujeira e objetos estranhos ao local.

  1. Fique de olho no skimmer e no pré-filtro para garantir a limpeza das piscinas

O skimmer, também chamado de coadeira, é um dispositivo que fica na lateral da piscina e tem a função de captar sujeiras da superfície da água. Sua limpeza deve ser feita semanalmente, para garantir o bom funcionamento do aparelho. Para isso, abra o equipamento e remova do coletor toda sujeira que ficou retida.

Já o pré-filtro tem a função de aspirar e filtrar sujidades maiores que não tenham sido aspiradas pelo skimmer,  evitando que esses elementos prejudiquem o funcionamento da bomba. Sua limpeza pode ser realizada mensalmente, ou quando notar que há excesso de sujidade na água. Assim como o skimmer, a limpeza do pré-filtro deve ser feita manualmente.

Realizando a higienização regular desses dispositivos, você garante uma perfeita circulação da água e assegura que não haja objetos estranhos em seu interior e superfície.

 

 

  1. Atente-se à superfície e às paredes

Mesmo com o skimmer e o pré-filtro, algumas sujeiras podem se manter na água. Por isso, é preciso ter uma rotina diária de peneiração para retirar folhas, insetos, galhos ou qualquer outro elemento que possa permanecer na água.

Para a limpeza das paredes, utilize uma escova de piscina com cerdas macias (escovas com cerdas metálicas ou palha de aço, podem danificar permanentemente o revestimento da piscina).

Com esse procedimento é possível remover a gordura corporal, restos de filtro solar e até mesmo o suor dos banhistas, que podem acarretar o surgimento de algas, bactérias, fungos e até aparição de manchas nas superfícies.

Realize essa limpeza semanalmente para manter uma água sempre limpa.

 

 

  1. Faça a decantação

A decantação é um processo que separa os elementos sólidos da água da piscina. Esse processo é feito através de um decantador de piscinas,  e pode ser realizado com o  SuperPool Sulfato de Alumínio (seguir indicação de uso no rótulo). Aplique o produto e espere no mínimo 12 horas, ou até o tempo indicado no rótulo. Após esse período, pode ser feita a aspiração, pois os detritos se encontrarão depositados no fundo da piscina.

O trabalho fica muito mais fácil dessa forma, mas fique atento: essa é a etapa mais minuciosa e que requer muito cuidado. Essa limpeza deve ser feita lentamente, para evitar que as partículas se misturem novamente à água. Tenha atenção especial aos cantos, onde se acumula a maior parte da sujeira.

 

 

5.  Aspire o fundo da piscina

Para que o produto tenha um efeito satisfatório, é  aconselhável aguardar 24 horas para utilizar a piscina. Vale lembrar que a decantação pode não funcionar caso as algas continuem vivas na piscina. Portanto, quanto mais tempo o produto agir, mais efetiva será a decantação. O próximo passo é diluir o decantador em um balde com água da própria piscina e espalhar pela sua superfície de maneira homogênea. Após esse processo, ligue a bomba do filtro na posição recircular por 15 minutos. Desligue a bomba e aguarde por no mínimo 12 horas até a decantação total das algas, e aspire o fundo da piscina. Caso as algas tenham subido para a superfície, pode ser necessário manter o produto em níveis de supercloração por mais um dia e continuar o processo no próximo dia.

  1. Clarificando a água da piscina

A água da piscina pode, por várias razões, adquirir aparência leitosa, opaca, esbranquiçada e sem brilho. O principal motivo que contribui para a água da piscina ter essa aparência é a presença de partículas em suspensão. Para eliminar essas substâncias e tornar a piscina cristalina novamente, utilize o SuperPool Clarificante Floculante,

também chamado de decantador ou clarificante. Utilizado em pequena quantidade, este produto aglomera as partículas em suspensão para facilitar sua retirada, seja pela filtração da piscina ou pela aspiração do fundo, porém sem a intensidade necessária para levá-las ao fundo da piscina. Nessa pequena quantidade, o Clarificante Floculante torna possível a retenção de partículas pequenas no filtro da piscina, e por isso é chamado de auxiliar de filtração.

Quando aplicamos esse produto visando esta função, o filtro da piscina deve permanecer ligado.

Ao utilizar o clarificante numa dosagem maior, ele age como decantador juntando as partículas de sujeira e depositando-as no fundo da piscina. Durante esse processo, o filtro da piscina deve permanecer desligado até que toda a sujeira vá para o fundo. Após realizar a decantação,  basta aspirar todas as impurezas.

É importante lembrar que, para clarificar a água da piscina é fundamental medir e ajustar o pH, a alcalinidade e o cloro.

  1. Controle o pH, a alcalinidade e o cloro

Nem toda sujeira é visível aos olhos, por isso o tratamento químico da água também é necessário. Isso inclui a cloração, o controle do pH e da alcalinidade.

Alcalinidade:

A alcalinidade é a capacidade que a piscina tem de neutralizar ácidos e manter seu pH estável. Todos os parâmetros influenciam no equilíbrio químico e também no conforto dos banhistas, porém é preciso dar uma atenção especial à alcalinidade, já que quando mantida nas medidas ideais, o pH se estabiliza mais facilmente, dispensando correções frequentes e gerando maior economia e praticidade na limpeza.

Para verificar a alcalinidade da piscina, é necessário utilizar o Kit de teste de Alcalinidade ou uma fita teste. A utilização do kit é mais recomendada, pois ele proporciona maior precisão. Se os valores estiverem fora dos parâmetros, que são entre 80 e 120 ppm, será preciso corrigí-los. Para isso, utilize o SuperPool Elevador de Alcalinidade (ph +) para ajustar a alcalinidade total da água quando ela estiver baixa.

pH:

A sigla pH significa “potência de hidrogênio”. Trata-se da medição de íons de hidrogênio dispersos na água e isso determina se ela está ácida, neutra ou alcalina (básica). Manter o pH da água da piscina é essencial para garantir a qualidade da água e a durabilidade da sua piscina.  Alguns motivos para a correção do pH são:

Caso a água esteja muito ácida, ou seja, com pH baixo, os produtos químicos utilizados para o tratamento apresentarão resultados ineficientes. Nessa situação, os banhistas podem sofrer irritações e as partes metálicas dos equipamentos da piscina podem ser danificados devido ao processo de corrosão da água causado pela sua acidez. Se a água estiver muito alcalina (com pH alto), os produtos de desinfecção serão ineficazes, comprometendo a qualidade da água, que se tona turva. Neste caso, se inicia o processo de formação de calcário nas tubulações e equipamentos. Por isso, é extremamente importante que o pH esteja neutro. O valor ideal é entre 7,2 e 7,6.  Para o ajuste do nível de pH da água, utilize o SuperPool Barrilha Leve.

Cloro:

O cloro sempre foi indispensável para o tratamento da piscina e para que ela se mantenha em condições adequadas de banho. Ele desinfeta e mata microrganismos prejudiciais à saúde. Quando dissolvido na água, também atua como bactericida, fungicida, germicida, algistático e algicida. O produto ideal para essa ação em piscinas de grande fluxo é o SuperPool Cloro Granulado.

Para piscinas de baixo fluxo e residenciais, utilize o SuperPool Dicloro.

Manter uma piscina demanda muito cuidado e trabalho de manutenção e limpeza constante, para garantir a qualidade da água e a saúde dos frequentadores.

Com essas dicas, vai ser muito mais fácil manter uma rotina de limpeza e ter uma qualidade de água saudável para os banhistas!

Até a próxima!

 

 

 


CABECALHO-BLOG-2.jpg

23/10/2020by admin

A campanha do Outubro Rosa tem como objetivo compartilhar informações sobre o câncer de mama, promovendo a conscientização sobre a doença, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuindo para a redução da mortalidade.

É um movimento internacional durante todo o mês de outubro e além de chamar a atenção das mulheres para a necessidade de frequentar o médico e de fazer a mamografia, também alerta para que sempre se faça o autoexame das mamas.

Outubro Rosa x câncer de mama

Sobre o câncer de mama, infelizmente, esse é o segundo tipo mais frequente no mundo e, por isso, merece tanta atenção.
No Brasil, o número de mortes por esse tipo de câncer continua em alta, especialmente por causa do grande número de diagnósticos tardios, ou seja, já com o câncer em estado avançado.
Embora esse seja um problema recorrente o ano inteiro, o Outubro Rosa é importante porque faz com que as mulheres parem pelo menos uma vez no ano para cuidarem de si mesmas.

AudaxCo no Outubro Rosa

Na última quinta-feira, dia 22/10, reunimos parte do #AudaxCoTeam para uma foto, demonstrando nosso apoio à causa.

Engajados nessa importante campanha de conscientização, aderimo a campanha vestindo rosa, deixando o dia mais leve e colorido!

Parabéns a todos os participantes!

#OutubroRosa #ContraoCancerdeMama #AudaxCoTeam

CABECALHO-BLOG.jpg

08/10/2020by admin

Um canil limpo e bem cuidado é o local ideal para deixar o cão em segurança, durante alguns períodos do dia.

Porém, é preciso ter alguns cuidados de higiene para preservar a saúde humana e animal, pois esses locais possuem grande contaminação de bactérias, fungos e germes. A escolha dos produtos é fundamental para garantir a higienização do ambiente sem afetar a saúde dos animais. Utilizar produtos inadequados pode causar malefícios aos animais como, irritações nos olhos, patas, narinas e pele, doenças que ocorrem quando se faz o uso de água sanitária e/ou creolina e desinfetantes comuns, que não eliminam todos os microrganismos destes ambientes.

Vamos conhecer todos os procedimentos para realizar a limpeza e desinfecção desses ambientes de forma segura, preservando o bem estar do animal.

Passo a passo de como realizar uma limpeza eficiente em canis

1º PASSO:  Recolha as fezes diariamente, isso vai ajudar a economizar na quantidade de produtos utilizados para a limpeza do local. Além disso, as fezes causam mau cheiro, além de atrair bactérias e insetos.

 

2º PASSO:

Mantenha os recipientes de água e comida sempre limpos, com o Butterfly Detergente Cletex (modo de diluição: pronto uso), excelente na remoção de gorduras e sujeiras. Com pH neutro, não deixa nenhum resíduo químico nas vasilhas dos animais.

 

 

3º PASSO:

Limpe a cama do animal e lave sempre os panos e cobertores utilizados. Realize esse processo toda semana com o Sabão Líquido Facilita, que além de limpar profundamente, deixa um perfume leve e agradável nos tecidos, sem causar qualquer alergia ou danos aos animais, devido ao seu pH neutro.

 

 

4º PASSO:

Chegou o momento de limpar o canil. Antes de iniciar, retire todos os animais do local e os transfira para um ambiente seco e coberto da luz solar. Inicie a limpeza, com o  Gold Limpador Amoniacal, produto especialmente indicado para a limpeza de canis, áreas de serviço, quintais, locais utilizados por animais de estimação e superfícies laváveis em geral. Além de proporcionar uma eficiente limpeza, tem alta ação desengordurante e elimina odores e a proliferação de moscas e mosquitos, através de uma limpeza profunda nos mais variados tipos de pisos e canis. Não danifica o brilho natural da superfície e neutraliza o odor por até 24 horas.

 

 

5º PASSO:

Dilua 1 litro de Gold Limpador Amoniacal em até 20 litros de água. Umedeça a superfície a ser limpa e aplique o produto diluído. Esfregue com uma vassoura, escova, ou fibra de limpeza verde, e em seguida, enxágue com água em abundância. Obs: a indicação de diluição varia de acordo com o tamanho do canil.

 

6º PASSO:

Para manter o ambiente do seu animal com um odor agradável, utilize o Gold Desinfetante, nas fragrâncias mais suaves: Lavanda e Floral. Este produto reduz a percepção de odores desagradáveis nos ambientes e diminui o mau cheiro deixando um suave perfume. Pode ser utilizado em modo pronto uso ou diluído em até 1:30. É importante evitar os desinfetantes com fragrâncias fortes, pois podem deixar o animal doente devido ao alto odor.

 

 

 

Pronto! Com essas dicas você garante um ambiente limpo e seguro para seu pet!

 


Banner-Site-Desinfeccao-Corona-Virus-1920x1080px-1280x720.jpg

29/09/2020by admin

A retomada pós pandemia já começou. Você está preparado?

Para conter o avanço exponencial da  pandemia, o mundo parou! Escolas paralisaram as atividades, shoppings e locais públicos fecharam, eventos foram cancelados, estabelecimentos de comércio e serviços de portas fechadas e o universo esportivo interrompeu seu calendário.

Toda essa mudança nas rotinas, criou novos hábitos e outros foram readequados, para dar a devida importância ao processo de limpeza e desinfecção de ambientes.

A retomada já começou e nossa missão é te ajudar na preparação para as ações que serão essenciais nos processos de limpeza e desinfecção de ambientes com grande circulação de pessoas. Vem com a gente e boa leitura!

Conceitos

Limpeza é o processo de remoção da poeira, das impurezas, de gorduras e manchas, o que reduz o número de microrganismos de uma superfície ou local, visível ou não, sem alteração das características originais.

Desinfecção refere-se ao uso de produtos químicos para desinfecção em  superfícies e assepsia das mãos, eliminando 99,99% de microrganismos patogênicos que causam doenças, transmitem e contaminam ambientes em geral.

Conceitos de Microrganismos

O que são Bactérias?

As bactérias são seres microscópicos unicelulares, ou seja, não contam com um núcleo definido e não possuem um DNA organizado.

Doenças causadas por Bactérias:

  • Meningite bacteriana – meningococos, pneumococos e Haemophylus.
  • Cólera -Vibrio cholerae
  • Tuberculose – Mycobacterium tuberculosis
  • Leptospirose – Leptospira
  • Hanseníase – Mycobacterium leprae
  • Gonorreia – Neisseria gonorrheae
  • Trichophyton – Pé de atleta (micose)

O que são Fungos?

Os fungos mais conhecidos são os cogumelos, as leveduras e os bolores e podem ser microscópicos ou macroscópicos. Os biólogos já catalogaram cerca de cem mil espécies de fungos, mas estima-se que exista mais de um milhão e meio de espécies.

Doenças causadas por Fungos:

  • Candidíase – Candida
  • Pano Branco (ptiríase versicolor) – Malassezia furfur
  • Histoplasmose – Histoplasma capsulatum

 

 

O que são Vírus?

Os vírus não possuem nenhuma célula. Eles necessitam de outras células para replicar seu material genético por não contarem com um metabolismo próprio.

Para se multiplicarem, os vírus precisam de outras células, que passam a ser chamadas de “hospedeiras”. Neste sentido, os vírus são “parasitas intracelulares”..

Doenças causadas por Vírus:

  • Catapora (varicela) – Vírus Varicela-Zoster (VVZ)
  • Caxumba – Vírus da Parotidite Infecciosa
  • Gripe – ARN, H1N1, Influenzavirus, etc.
  • HIV/AIDS – Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH, em inglês HIV)
  • Dengue, Zika e Chikungunya – Flaviviridae/Togaviridae (DEN, ZIKV, CHIKV)
  • Coronavírus – covid19

Princípios de Limpeza para desinfecção.

No processo de limpeza e desinfecção de ambientes, é muito importante ter sequência correta, para evitar contaminação cruzada, sendo:

De cima  para baixo

De dentro para fora.

De trás para frente.

Primeiro limpar para depois desinfetar

Usar sempre panos limpos e trocá-los para cada tipo de limpeza e superfícies

O que é Contaminação Cruzada?

É quando há transferência de microrganismos de um local, superfície ou alimento para outras áreas através de utensílios, equipamentos e acessórios de limpeza reutilizados sem a devida lavagem ou troca, é até as mãos e pés não higienizados podem ser fontes de contaminação cruzada.

Desta forma os equipamentos e acessórios devem ser separados por área, e sempre após o uso devem ser imediatamente lavados, secados e então guardados separadamente para serem utilizados novamente

DICA IMPORTANTE:
Sempre utilizar equipamentos e acessórios de cores diferentes ou marcados, para assim saber de quais áreas eles pertencem.

Principais Locais de contaminação

A principal orientação é aumentar a frequência do processo de higienização de superfícies, com máxima atenção às áreas ondem ocorrem maior contato das pessoas, que são:

  • Maçanetas, Corrimão e Barras de apoio
  • Botões de elevadores,
  • Chaves e fechaduras, Interruptores,
  • Aparelhos de telefone, Controles remotos,
    Teclados e mouses,
  • Mesas e cadeiras, Mobílias em geral,,
  • Bancadas, pia e torneiras

Como higienizar as mãos de forma eficiente?

Não basta passar rapidamente o sabonete ou espalhar um pouco de álcool-gel pelas mãos.

Para a higienização com água e sabonete ou com preparações alcoólicas ser de fato efetiva, é necessário observar alguns cuidados, como a qualidade e a quantidade de produto utilizado, além do tempo gasto no processo.

Produtos para higienização das mãos

All Clean Álcool Gel 70º

Duração do procedimento:20-30 segundos
1.A plique na mão uma quantidade suficiente de AllClean Álcool Gel 70º.
2.Friccione as mãos entre si.
3.Não esqueça de espalhar o gel ou solução entre os dedos e sob as unhas.
4.Espere suas mãos secarem.

 

 

All Clean Sabonete Antisséptico Clorexidina

Duração do procedimento:40-60 segundos
1.Molhe as mãos com água.
2.Aplique na palma da mão uma quantidade de AllClean Sabonete Clorexidina suficiente para cobrir toda a superfície das mãos.
3.Ensaboe as palmas das mãos friccionando-as entre si.
4.Esfregue as mãos, entre os dedos e sob as unhas.
5.Enxague bem com água.
6.Seque as mãos com uma toalha limpa, papel absorvente ou fluxo de ar.

Produtos para Desinfecção

Estabelecimentos Institucionais – Shoppings, aeroportos, instituições de ensino, centros comerciais e indústrias.

Estabelecimentos de Assistência à Saúde – Hospitais, clínicas, consultórios, clínicas odontológicas, clínicas veterinárias e unidades básicas de saúde.

Hipermercados e supermercados – Padaria, peixaria, açougue, salão de beleza, cafeteria e lanchonete

Modo de uso para Desinfecção úmida

1.Diluir o produto na proporção para desinfecção em um recipiente (borrifador ou balde).
2.Umedecer a flanela limpa ou, espalhar a solução sobre a superfície a ser limpa,
3.Deixar agir por 5 a 10 minutos,
4.Se necessário, com equipamentos como máquinas lavadoras, mopsou LTs, realizar a ação mecânica e em seguida enxaguar.

ATENÇÃO: Se utilizar desinfetantes ou álcoois, deixar secar naturalmente, se utilizar o detergente clorado, deve-se repetir o processo de limpeza úmida com flanela umedecida só com água por 3x para tirar o excesso residual do cloro.

Modo de uso para Desinfecção semi-seca

1.Diluir o produto na proporção para desinfecção, colocar em um recipiente (borrifador ou balde).
2.Umedecer a flanela limpa ou mop(nunca aplicar a solução direto na superfície) e espalhar sobre a superfície a ser limpa.
3.Deixar agir por 5 a 10 minutos.
4.Após, se necessário, com uma esponja ou fibra de baixa abrasividade realizar a ação mecânica
5.Em seguida com outra flanela umedecida somente com água, retirar o excesso.

ATENÇÃO: Se utilizar desinfetantes ou álcoois, deixar secar naturalmente, se utilizar o detergente clorado, deve-se repetir o processo de limpeza úmida com flanela umedecida só com água por 3x para tirar o excesso residual do cloro.

Gostou das dicas? Compartilhe e até a próxima!


Telefones

Matriz: (19) 3515-5000
SP: (11) 3014-0307
RJ: (21) 3512-0715

Filial Recife
(81) 3372-1779
(81) 3372-4034
(81) 3487-0388
(81) 99185-4979
(81) 99257-1848
(81) 99183-0430

Localização

Matriz
Rua José Ferragut, 03 – Capela
Vinhedo – SP – CEP: 13285-742

Filial Recife
Rua da Linha, 3573 – Mirueira
Paulista – PE – CEP: 53405-640

AudaxGo Logística
Rod. Eng Miguel Melhado, 51
KM 78 da Via Anhanguera
Vinhedo – SP – CEP: 13288-003