Arquivos AudaxCo - AudaxCo

limpeza-pos-obra-1280x853.jpg

Toda obra gera sujidades que podem resultar em manchas ou danos às superfícies do ambiente caso não sejam removidas adequadamente. Por esse motivo, fazer uma limpeza pós-obra de forma correta é mais que essencial, e para isso você precisa saber quais produtos utilizar e como executar a limpeza.

Veja, abaixo, como deve ser feita a limpeza pós-obra com dicas que ajudarão muito no processo!

Qual é a forma correta de realizar a limpeza pós-obra?

A melhor forma de limpar um ambiente pós-obra envolve algumas estratégias, por isso:

Utilize equipamentos de proteção

O primeiro passo para fazer corretamente a limpeza pós-obra é usar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Isso é importante para garantir melhores condições para a realização do trabalho e para evitar acidentes.

Alguns dos principais EPIs são:

  • Botas impermeáveis;
  • Luvas;
  • Máscara;
  • Óculos.

Conte com produtos específicos e de qualidade

Outra questão fundamental é optar por produtos de qualidade e específicos para cada superfície. Isso é importante porque a limpeza pós-obra é diferente de uma limpeza do dia a dia, pois você encontrará no ambiente resquícios de cimento, tinta e sujeiras mais pesadas.

Dessa forma, a limpeza após obras deve ser feita com produtos profissionais que são alcalinos e ácidos, mas com o cuidado de utilizá-los conforme o indicado na embalagem do produto para não danificar os revestimentos.

Escolha por onde começar

Escolher bem por onde começar é mais uma dica fundamental, de modo que o ideal é iniciar pelo mais crítico e, antes de tudo, analisar bem o ambiente para selecionar os produtos mais indicados.

Uma boa estratégia é começar pela limpeza seca e depois partir para a molhada. A limpeza seca é a vertical, que é feita do teto e parede para o chão.

Após, inicia-se o processo horizontal de limpeza, que é a limpeza molhada para retirar marcas de barro, terra e qualquer sujeira incrustada nas superfícies.

Remova o excesso de lixo

Antes de a limpeza ser iniciada, todo o resíduo da obra deve ser retirado, como restos de concreto, argamassa, tintas, isopor, gesso e outros materiais. Nesse sentido, é importante observar os processos de reciclagem e de descarte corretos, que costumam ser feitos por meio de caçambas específicas para essa finalidade.

Limpe a parte de cima do imóvel

Limpe primeiro as superfícies superiores, isto é, janelas, tetos, paredes, luminárias, ventiladores de teto e demais locais. Isso porque, se a limpeza for iniciada pela parte inferior, quando os locais mais altos forem limpos, a limpeza anterior será perdida.

Limpe a parte de baixo

Depois de tudo limpo na parte superior, sempre com os produtos adequados, é o momento de limpar as partes inferiores, que são as escadas e o chão. Nesse momento, a limpeza não deve se ater apenas a remover poeira, mas também resíduos de cola, tinta e qualquer outro material, para isso conte com o auxílio de esfregão, vassoura, rodo e pano, por exemplo.

Além disso, pode ser que uma espátula seja necessária para remover sujeiras mais resistentes, porém o uso deve ser feito com grande cuidado para não riscar as superfícies.

Limpe o chão com produtos adequados para o tipo de piso

Por fim, não se pode esquecer que cada piso é feito de um material diferente. Por isso existem produtos adequados para cada piso, possibilitando a remoção de manchas e sujeiras sem danificar a superfície.

Para que a limpeza pós-obra seja feita corretamente, é fundamental que todas essas dicas sejam seguidas, sempre com produtos profissionais adequados e que consigam deixar o ambiente totalmente limpo, mas sem danos.

Navegue em nosso site para conhecer a AudaxCo, uma empresa especializada em produtos químicos de alta qualidade, e encontre todas as informações sobre os produtos de limpeza da linha Concentrax para obras e reformas!


tipos-de-sabonete-1280x853.jpg

Atualmente, existe uma grande variedade de tipos de sabonetes, e cada um atende a necessidades distintas. Sendo assim, a escolha pode influenciar a eficiência da higienização das mãos dos funcionários e até a relação de custo-benefício.

Acompanhe este conteúdo e conheça os principais tipos de sabonete, a real importância que esse produto tem para a sua empresa e descubra como fazer a escolha certa!

Quais são os principais tipos de sabonete para empresa?

Sabonete líquido 

Entre os tipos de sabonete, o sabonete líquido perfumado é um dos mais utilizados, apresentando um excelente custo-benefício para as empresas que buscam um produto profissional e de alta qualidade

Dentro disso, é possível encontrá-lo na versão refil ou galão, sendo que as duas versões são muito indicadas para utilização tanto em porta-sabonete quanto em saboneteira. No caso do porta-sabonete, ainda tem a vantagem de evitar a contaminação do produto e o desperdício.

Também é importante salientar que as empresas que optam pela versão em galão precisam ter atenção especial no momento do reabastecimento, garantindo que os recipientes sejam higienizados periodicamente para que a qualidade do produto seja sempre mantida.

Sabonete espuma

Outro tipo de sabonete é o espuma, que é mais indicado para empresas que buscam maior eficiência e economia. Esse produto também tem grande qualidade, um diferencial de ser mais agradável ao tato, além de proporcionar uma cobertura maior para as mãos.

Em geral, é um tipo de sabonete fornecido em formato de refil, evitando que a empresa tenha que se preocupar com a higienização do recipiente.

Sabonetes bactericidas

Os sabonetes bactericidas são mais indicados para ambientes onde a antissepsia é essencial, como em clínicas e hospitais, pois eles têm componentes que eliminam bactérias, germes e outros micro-organismos.

Sabonetes sem perfume

O sabonete sem perfume, também conhecido como inodoro, é o tipo mais utilizado em ambientes onde não pode haver contaminação de odores, como em cozinhas. Assim, quem utiliza o produto não transmite o perfume para o alimento no momento da manipulação.

Sabonetes desengraxantes

Entre os tipos de sabonete, o desengraxante é o ideal para locais onde as pessoas têm contato com substâncias como graxa e óleo, isso porque essa opção contém componentes que conseguem higienizar as mãos adequadamente, eliminando resíduos dessas substâncias.

Além disso, em geral, é um sabonete que pode ser adquirido em refil ou galão, o que facilita para que a empresa possa escolher o modelo de recipiente em que irá armazenar o sabonete para o uso diário.

Qual a importância da escolha do sabonete para a empresa?

A escolha do sabonete tem grande importância para as empresas, uma vez que esse produto é extremamente relevante para a higiene dos funcionários. Então escolher o sabonete certo ajuda a:

  • Evitar contágio de doenças e as faltas de funcionários;
  • Melhorar o bem-estar dos colaboradores;
  • Gerar credibilidade aos clientes;
  • Reduzir desperdícios e gastos operacionais.

Qual sabonete escolher?

Para escolher o sabonete mais indicado para a empresa, é essencial entender quais são as necessidades promovidas pelo ambiente e pelo tipo de atividade exercida. Se for uma empresa alimentícia, por exemplo, a questão do odor é um ponto-chave. Já se for uma empresa da área de saúde, o fator antibactericida precisa prevalecer.

Portanto, esse é um tema bastante importante e que deve ser tratado com cuidado pelas empresas para que a melhor escolha seja feita, sempre tendo como base as necessidades específicas de cada local.

Navegue em nosso site para conhecer a AudaxCo, uma empresa que oferece diversas soluções em produtos químicos, e confira tudo sobre a linha All Clean de sabonete líquido perfumado!


CABECALHO-BLOG-2.jpg

Comprar produtos de limpeza pode ser uma necessidade ou uma questão de gosto.  Mas a forma como você os utiliza pode influenciar, e muito, na rentabilidade, e isso interfere diretamente no seu bolso!

Mas dá para economizar na hora da faxina? Dá sim! Com algumas dicas bem simples, confira:

1 – Monte uma lista de compras

Anote quais produtos de limpeza você precisa comprar. Parece bobagem, mas esquecer de comprar um item pode te forçar a utilizar outro, de outra finalidade e maior valor na hora da faxina, consequentemente você acaba gastando mais;

2 – Utilize concentrados

Faça as contas, o custo benefício de produtos concentrados é muito maior. Você só precisa se atentar na hora de realizar a diluição para fazê-la de forma correta e gerar a economia que o produto oferece. Na hora de escolher dê preferência para produtos que utiliza mais, como o desinfetante, por exemplo.

3-  Leia as embalagens

Muita gente não sabe, mas nos rótulos das embalagens tem indicações de uso que podem ajudar muito na economia deles.

4- Escolha panos de boa qualidade

A escolha do “paninho” é outro fator importante na hora de realizar a limpeza doméstica ou corporativa. Muitos tecidos espalham a sujeira ao invés de retê-la e você acaba gastando mais produto – e mais tempo. Escolha sempre tecidos de algodão, além de capturar a sujeira ele ajuda a não riscar seus móveis durante a faxina ou aplicação do lustra móveis, por exemplo.

5 – Procure o melhor custo-benefício

Faça as contas de rendimento, diluição, duração e descubra qual produto atende melhor as suas necessidades na hora de limpar sua casa, escritório ou comércio.

 

A forma como você aplica seus produtos de limpeza também podem interferir na economia e duração deles. Quando possível utilize um borrifador, ele pulveriza os produtos, aumentando a área de aplicação, economizando na quantidade aplicada.

Com dicas simples você efetua sua limpeza, alcançando o resultado esperando sem precisar gastar tanto.

Gostou? Então dá uma olhadinha no nosso site ou redes sociais e veja um pouco mais. Afinal, quando o assunto é limpeza, conte sempre com AudaxCo.

Acesso:


QUERO COMPRAR



    Mensagem

    X
    QUERO COMPRAR